Norte e Nordeste são prioridades para Fies 2016

Norte e Nordeste são prioridades para Fies 2016

Em recente anúncio, o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) informou que o Norte e o Nordeste do país que historicamente tiveram menor atendimento do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) terão prioridade em 2016. Esse critério por região também está sendo usado na liberação de novos contratos. As inscrições para novas solicitações de financiamento começaram em 28 de janeiro e continuam até o dia 31 de abril.

FIES 2016. (Imagem: Divulgação)

FIES 2016. (Imagem: Divulgação)

Mudanças no Fies 2016

Segundo o FNDE, órgão do Ministério da Educação (MEC) responsável pelo Fies, além de priorizar as regiões do Norte e Nordeste para os novos contratos, ainda está sendo adotado o critério de nota dos cursos, ou seja, aqueles com nota 5 na avaliação das universidades terão maior probabilidade de receber o financiamento. Nos cursos com notas menores, 3 e 4, será levado em consideração o critério de região.

Os interessados em solicitar o Fies devem ter a última nota do Enem com pontuação acima de 450 e com nota acima de zero na redação. Outra mudança no Fies, que está afetando diretamente as faculdades privadas que possuem estudantes com o financiamento, é o limite no reajuste de somente 6,41% nas mensalidades de contratos antigos. As entidades de ensino ainda esperam o pagamento das mensalidades acardas pelo Fies, referentes ao ano de 2014.

Pagamento das mensalidades do Fies

Após a alteração do programa, feita pelo Governo Federal, ficou determinado que em 2015 as faculdades privadas iriam receber só os valores referentes a oito das doze mensalidades dos alunos do Fies. As outras foram negociadas para serem quitadas, de acordo com as entidades de ensino, em 2016, 2017 e 2018.

Fies 2016. (Imagem:divulgação)

Fies 2016. (Imagem:divulgação)

Solicitação do Fies 2016

O Fies custeia de 50% a 100% do pagamento das mensalidades de universitários que estudam em instituições privadas de ensino superior. Essas devem ter recebido avaliação positiva realizada pelo Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior- SINAES.
Para se inscrever, basta realizar o cadastro no Sistema FIES. Primeiro, é preciso fazer uma senha, para isso o estudante deve digitar os seus dados pessoais como o número do CPF, data de nascimento, endereço de e-mail e no final escolher uma senha pessoal para acesso ao sistema.
Após o cadastramento no sistema, o estudante deve realizar a sua inscrição. Caso essa seja aceita, ele deve comprovar todas as informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento – CPSA, órgão validador que funciona na própria instituição de ensino superior em que o estudante está matriculado em até 10 dias corridos. Em seguida, ele escolhe umas das instituições financeiras do Fies 2016, para dar entrada no contrato do financiamento estudantil, levando todos os seus documentos pessoais e os documentos pessoais do seu fiador.

Recomendados para você: